quinta-feira, 28 de junho de 2012

Desejos Eróticos I



     Desejo calma. Quero escalar montanhas, atravessar vales, subir… Subir bem alto. Desejo fugir de tudo o que nos rodeia e levar-te para onde os problemas não nos alcancem. Para um sítio onde todo o mundo se resuma a nós os dois. Onde nós os dois seremos apenas um.

Desejos

      A partir de hoje o blog conterá algo diferente. Até ao momento temos registado, neste espaço, excelentes momentos e experiências que temos desfrutado em conjunto. Contudo, a nossa vida sexual, a nossa vida íntima, a nossa cumplicidade, não se alimenta apenas daquilo que concretizámos, mas também daquilo que desejamos vir a concretizar. Por este motivo, semanalmente, publicaremos aquilo que são as nossas fantasias, os nossos desejos, mais ou menos difíceis de concretizar, mais ou menos complexos, mas todos eles com a sua relativa importância. Estes dividir-se-ão em Desejos Eróticos ou Desejos Afrodisíacos, consoante sejam publicados, respetivamente, pelo Eros ou pela Afrodite.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Prova-me


Prova-me,
saboreia-me,
sente-me

Estes lábios que procuram os teus
Estas mãos que querem entrelaçar nas tuas
Este corpo que quer sentir o teu
Sentir o teu cheiro
Tocar a tua pele

Prova-me,
saboreia-me,
sente-me

Prova os meus lábios, a minha língua
Saboreia o meu amora,
O meu prazer...
Sente o meu calor, a minha loucura
Não tenhas medo de ti
Não tenhas medo de mim
Entrega-te a minha vontade,
Uma vontade comum

Prova-me,
saboreia-me,
sente-me

Quero ver o teu sorriso, sentir o teu olhar
Que me despe, que me possui,
Que me consome
A minha imaginação flui
O meu desejo aumenta

Desejo o teu cheiro de canela,
O teu sabor mentol
Quero-te em mim,quero-me eu ti
Quero sentir o teu olhar quente,
Quero o teu beijo doce

Prova-me,
saboreia-me,
sente-me

Sente o meu toque, a minha paixão
Quero deitar-te na cama
Acariciar o teu corpo que vibra no meu
Sentir o teu respirar ofegante
A tua loucura que é a minha
Atingir o orgasmo contigo,

Gemer para ti, gemer contigo,
Sentir o teu vibrar
Somos o desejo, somos a loucura,
Somos uma vontade só

Prova-me,
saboreia-me,
sente-me
Prova-me

Este corpo que quer sentir o teu
Saboreia o meu aroma,o meu prazer
Prova os meus lábios
A minha língua
Entrega-te a minha vontade,
Uma vontade comum

Por João Carlos Aleixo

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Chuva dourada

     Não faz muito tempo que vi na blogosfera um post sobre aquilo a que usualmente chamam por “chuva dourada”, também conhecido por “banho dourado”, ou pelo seu termo técnico – urofilia. Segundo a Wikipédia, corresponde “à excitação associada ao ato de urinar ou receber o jato urinário do parceiro”.
     Ao falar do assunto com a Afrodite, surpreendentemente, ela disse-me que era algo que a excitava, algo que estava desejosa de experimentar. Queria sentir o calor dos fluidos no nosso corpo, queria fazer algo diferente, algo “proibido”… Fiquei admirado. Era uma coisa de que nunca tínhamos falado e ela estava muito convicta do que dizia.
     Contudo… Não passou de uma brincadeira! Quis apenas ver a minha reação, caso ela tivesse realmente essa fantasia. Passado um dia, não pude deixar passar a oportunidade e mandei-lhe esta foto. Estava a pedi-las!
     E vocês? O que pensam sobre o assunto?

Eros

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Sexual Healing

Oh baby now let's get down tonight
Baby, I'm hot just like your oven
Well I need your lovin', and
Baby, I can't hold it much longer
No, it's getting stronger and stronger
And when I get this feeling
I need sexual healing

Sexual healing
It makes me feel so fine
It helps to relieve the mind
Sexual healing, is good for me
Sexual healing is something that is so very good for me

Get up, get up, get up, get up Let's make love tonight
Wake up, wake up, wake up, wake up 'Cause you do it right

Heal me, my darling

Sexual healing
It makes me feel so fine (it's such a rush)
It helps to relieve the mind (Lord it's good for us)
Sexual healing, is good for me
Sexual healing is something so so good for me

Just grab a hold
Come take control
Of my body and mind
Soon we'll be making love
Honey, oh we're feeling fine
You're my medicine
Open up and let me in

Oh Darling darling, you're so great
I can't wait for you to operate
I can't wait for you to
(Heal me, my darling)


AMO-TE GATO :$

Desafio Aceite

No seguimento do desafio que nos foi lançado pelo autor do blog "My Skin 'n Under", inicia-se hoje o lançamento dos posts que nos propusemos a publicar. Tentámos que a nossa abordagem se adaptasse ao formato do blog, sem nunca esquecermos o nosso próprio estilo. É notável aqui a fusão de ideias que permite o estabelecimento de laços virtuais, pelo que resta-nos agradecer e dar os parabéns ao Skin pela fantástica iniciativa, que permitiu que fizéssemos parte de um cantinho tão especial, como é o que ele tem oferecido aos seus leitores.  Esperamos não vos desiludir, contudo, estamos abertos a possíveis críticas, que tenham o objetivo de nos ajudar a melhorar. 
Obrigado!

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Língua, dentes e unhas


Membro a pino
dia é macho
submarino
é entre coxas
teu mergulho
vício de ostras.

O corpo é praia a boca é a nascente
e é na vulva que a areia é mais sedenta
poro a poro vou sentindo o curso de água
da tua língua demasiada e lenta
dentes e unhas rebentam como pinhas
de carnívoras plantas te é meu ventre
abro-te as coxas e deixo-te crescer
duro e cheiroso como o aloendro.
Por Natália Correia

terça-feira, 12 de junho de 2012

My girl



 I've got sunshine on a cloudy day.
 When it's cold outside I've got the month of May.
 Well, I guess you'd say
 What can make me feel this way?
 My girl

Por Tiago Iorc




De agradecer ainda a vossa companhia que permitiu que,
em tão pouco tempo, chegássemos às 5000 visitas.

segunda-feira, 11 de junho de 2012

À janela

      Hoje temos 101 motivos para fazer esta publicação.
     Os primeiros 100 correspondem ao número de comentários que atingimos. As vossas críticas, os vossos elogios, as vossas mensagens de incentivo, as vossas expressões de desejo, as vossas sugestões, as vossas opiniões. Não faria sentido a nossa dedicação se não sentíssemos a vossa companhia e a satisfação de quem nos segue. Desde já, um enorme obrigado por tudo!



     O outro motivo, mais importante que qualquer coisa no mundo, é que nos amamos, que nos desejamos loucamente e que, apesar da distância, estamos neste momento cheios de vontade de estar um com o outro e, por isso, olhamos pela janela, desejando que as cores do dia mudem rapidamente para que possamos estar juntos!

sábado, 9 de junho de 2012

No cinema

    

     Ontem, como dissemos, foi uma noite cheia de emoções. Não sei que se passava comigo, senti prazeres que nunca tinha sentido antes!
     Depois de termos reparado que éramos as únicas pessoas na sala de cinema, perguntaste-me se era naquele momento que íamos fazer uma loucura; a pergunta foi em tom de brincadeira, mas foi o suficiente para me deixar com vontade de arriscar.
      O vestido que usavas, de tão curto que era, facilitou as coisas. O filme começou, tu encostaste-te a mim e logo as minhas mãos começaram a percorrer o teu corpo, enquanto sentia as tuas nas minhas coxas, a aproximarem-se cada vez mais do meu pau. Sem hesitar, levantei-te o vestido e senti o calor da tua pele diretamente na minha. Estavas molhada; muito molhada! Sem receios, desapertaste-me as calças e puxaste-o para fora; enquanto isso, eu continuava-te a masturbar e tu começaste com os teus característicos leves suspiros, que iam aumentando enquanto te desviava o cabelo do pescoço e da orelha, para te puder devorar com os meus lábios, língua e dentes! Tu, para além de usares a mão para me dar prazer, meteste o meu pau na boca e eu continuei a sentir as tuas mamas perfeitas, o teu pescoço... Foste aumentando o ritmo e ias-me engolindo cada vez mais, até ficar pouco por entrar na tua boca; não passou muito tempo e eu explodi de prazer e vim-me! Tu levantaste-te, beijaste-me ainda com o meu sabor nos lábios e eu continuei a enfiar-te os dedos e a estimular-te o clítoris, o que te levou rapidamente ao orgasmo.
      Era altura de dar uso ao dinheiro que gastámos e ver o que restava do filme. Era bom, o filme, mas rapidamente se chegou o intervalo. A meio da segunda parte voltei a esquecer o filme. A história repetiu-se: as minhas mãos voltaram a percorrer o teu corpo e quando dei por ela estava outra vez com o pau fora das calças. Tu estavas mais molhada que nunca. Depois de te enfiar os dedos, passei-os nas tuas mamas, no teu pescoço e, por fim, nos teus lábios. Eu apenas os quis sentir, mas tu quiseste mais; tu quiseste-te provar, saber qual o sabor da tua delicia cremosa, e lambeste-mos. Não imaginava o quão prazerosa essa atitude poderia ser; elevou-me o tesão ao máximo. "Queres fazer?" perguntei eu; não foi preciso dizer-te o quê porque me conheces suficientemente bem para saberes qual era o meu desejo. Levantaste ainda mais o vestido para que pudesse ver o teu cu e, de costas para mim, pegaste no meu pau, que estava teso e a latejar de vontade, e sentaste-te em cima de mim, enfiando-o bem fundo. Cavalgaste intensamente enquanto eu te segurava na cintura e te puxava cada vez com mais força, na ânsia de me sentir ainda mais dentro de ti. Instintivamente, sem pensar sequer se te causaria dor ou prazer, ou, quem sabe, um misto de ambos, agarrei-te no cabelo e puxei-o, o que te levou a inclinar a cabeça para trás. Gemeste mais alto e isso fez-me vir pela segunda vez.
      Tivemos tempo ainda para ver o que restou do filme que, apesar das interrupções, se revelou com um final emocionante. De mãos dadas e encostada a mim, choraste.

Te amo, Beijos
Eros

terça-feira, 5 de junho de 2012

Curvas



“O que me atrai é a curva livre e sensual, a curva que encontro nas montanhas do meu país, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo”. 
Por Oscar Niemeyer

domingo, 3 de junho de 2012

Dia Quente

    O Verão aproxima-se  e decidimos ir a praia. O sol raiava, o calor era imenso e, como só se avistavam pessoas ao longe, despimo-nos completamente para não ficarmos com marquinhas do fato de banho :)
    -Vamos tirar fotos para o blog? - perguntou o Eros.
    Comecei a tirar-lhe fotografias, e eu cada vez tinha mais calor. Aqele corpo...
... deixa-me a transpirar de desejo,
... a fumegar de vontade,
... é único,
... é belo,
... é maravilhoso,
... é meu!
    Só de o olhar faz-me arrepiar. Este corpo, é o que encaixa com o meu na perfeição!
    Só tinha vontade de lhe saltar em cima... Comecei a provocar o meu Eros com posições mais sensuais e provocantes, o que lhe deixou o pau cada vez mais duro. Os seus olhos, de desejo, apenas diziam "Come-me rápido".
    (Como devem ter percebido, nem nos lembramos mais das fotos.)
    Pus-me de quatro, toda molhada:
    - Anda, mostra-me essa vontade toda - disse-lhe, com tom desafiante.
    Ele agachou-se, agarrou no seu pau e enfiou-mo até bem fundo. Que sensação... Eu gemia cada vez mais alto, acho que as tais pessoas, apesar de distantes, me conseguiam ouvir, mas o prazer era tanto... Elas olhavam, acho que estavam a gostar do que se estava a passar.
    Eu vim-me passado pouco tempo, e ele também. Esporrou-se para o meu cu, o que nos dá muitissimo prazer, e continuámos com a "festa" até irmos embora.






















Beijos quentes,
Afrodite

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Vermelho


























Vem,
Percorre o meu mundo vermelho
Rastreia minhas montanhas
Reconhece meus vales
O áspero e o macio
O morno e o aveludado
Despeja rubis como lágrimas
Celebra a cor do meu sangue
A vegetação do meu corpo
Sente a humidade dos meus lagos
Veias e artérias incandescentes
Reza no êxtase do momento
E despeja fagulhas de prazer
Aos quatro cantos do mundo


Por Maria J Fortuna